17.3.14

A cada um cabe o que é seu

Quase dois anos sem blogar...quanta coisa aconteceu! Muitos posts não publicados. Além das mudanças no trabalho, uma novidade em especial me afastou do blog: minha mãe descobriu um câncer.
Quem tem ou teve um caso na família sabe bem como é. Ela fez os tratamentos convencionais que estavam ao alcance. Sem muitos resultados, agora vive em função das alternativas paliativas. Daria um blog inteiro tudo que já passamos e tentamos. Mas não é o caso de contar aqui.
Hoje me deixei abater pelo desânimo, e há pouco resolvi abrir aquele livrinho "Minutos de sabedoria", pra ver se lia algo animador. Caiu pra mim a pergunta: "você já parou pra agradecer o ar que respira?"
Isso me fez pensar sobre as consequências boas que a doença trouxe. Sim, até a doença pode fazer bem.
Mais aprendizado, responsabilidade, união, fé. O fardo é do peso que a gente é capaz de carregar.
Agradeço o meu e peço paciência e força pra não fazer feio.

3 comentários:

Le Vin au Blog disse...

Oi, Aline!
Força aí!
Bjs,
Rafaela

Thaís disse...

Aline,
a fé é muito mais que um aprendizado, é algo a ser vivido e sentido no fundo da alma.
Divido com você uma frase do Lars Grael: "não existe oceano maior do que a determinação humana."
Coragem, porque Deus sabe o quanto podemos suportar.
Sinta-se abraçada.

Aline Cabral Vaz disse...

Obrigada, meninas! Tô me saindo melhor do que achei que fosse conseguir. Beijos!