16.11.10

Bem-aventurados os aflitos

Ninguém gosta de sofrer. E nem de ver sofrer alguém que a gente gosta.
Pra quem te a felicidade de fé, de acreditar em justiça divina, parece um pouco menos difícil encarar os problemões - mesmo aqueles que não parecem mostrar nenhuma esperança de solução.
Tem uns até que tiram o sono da gente. Foi um desses que me tirou da cama de madrugada e me inspirou a abrir aleatoriamente uma página do Evangelho Segundo o Espiritismo. Batata: foi direto pro capítulo "Bem-aventurados os aflitos", que traz a interpretação espírita dessa fala de Jesus.
Ainda ontem ouvi um amigo do meu irmão, que é evangélico, dizer que, quando a gente acredita, tem fé, é tão bom que dá vontade de abrir a cabeça e o coração de quem a gente gosta e colocar esse sentimento lá dentro. Mas não adianta, ele disse. Isso é 100% particular, cada um é que sente ou não, do seu jeito. Embora a forma de se relacionar com o divino seja bem diferente em cada crença, doutrina ou religião, essa vontade é a mesma.
É triste quando a gente vê as pessoas colocando obstáculos pra sua felicidade, complicando a vida, dando valor àquilo que não tem e esquecendo que tem todas as ferramentas pra ser feliz. No mesmo capítulo do Evangelho li que, antes de olhar pra cima pedindo ajuda, a gente deve olhar pra baixo e ver que tem muitos em situação pior.
Mas se a pessoa não quer ver, não dá o primeiro passo, como ajudar? Quando as soluções paliativas já se esgotaram e não surtiram efeito, o que fazer? Eu também não sei, mas vou continuar tentando descobrir. Já li também, não lembro onde, que o sofrimento é a oportunidade de uma entrevista com Deus. Nisso eu acredito, porque foi num momento difícil que comecei a me interessar pelo mundo maravilhoso da fé.
Então, muita calma nessa hora, porque a semana tá começando e, apesar da insônia, tem tudo pra dar certo. É preciso se concentrar pra ver que Deus tá trabalhando do jeito dele, às vezes escrevendo certo por linhas tortas. A gente é que não aprendeu a ler.

2 comentários:

Ligia Moreiras Sena disse...

Que bom que vc escreveu isso. E que bom que eu passei pra ler. Obrigada. Boa noite. Espero que os carneirinhos pulem nessas cerquinhas daí.
Beijocas

Maninho disse...

Que bom foi encontrar seu blog, é isso ai vc está coberta de razão, a fé é algo extremamente pessoal e também deve ser seguida de um pouco de racionalidade. Será que meus problemas são realmente grandes? Valeu vc me fez refletir.