12.2.07

A fase das indagações

Aos nove anos, o Igor, meu enteado, tá em plena fase dos porquês. Além disso, mesmo quando o assunto não é com ele, o radar tá ligado e invariavelmente acaba rolando um porquê também. Por outro lado, quando o assunto É com ele, geralmente ou falta atenção ou rola um "gap" pra processar a informação. O resultado, seja lá qual for o motivo, é que a primeira coisa que sai da boca dele é "que?".
Depois de cinco dias com a gente, já estávamos até achando graça. Pra cada frase, tem primeiro um "que?" e depois pelo menos uns três "por que?".
Por que será?
: (

2 comentários:

Gustavo Cabral disse...

porque puxou o pai?

Mari disse...

Há, eu acho o Igor o máximo! Aliás, os posts em que falas dele são os meus favoritos!! E viva os "pqs" !! Beijinho.