28.8.06

Depois da tempestade, a bonança

Ou melhor, depois do dilúvio.
Mudei de trabalho mais uma vez, mas o chefe continua o mesmo. Quando eu penso que 2006 já tinha me trazido todas as surpresas possíveis, os ventos da mudança sopraram mais uma vez. Com tanta força que até fiquei doente ; ). O César matou a charada.

2 comentários:

Fernanda disse...

muito sucesso pra você, Aline! ;***

raul disse...

Saudades dos seus comentários, D.Marisa! Seu Lula, como vai? Sorte aí na nova empreitada!

Bj grande,
R.