6.10.09

Lisboa é pra todos


Difícil resumir rapidamente tudo o que estamos vendo. As fotos já passam das 600. Lisboa apresentou seus encantos aos poucos pra nós e agora eu, pelo menos, já estou apaixonada. Pretendo escrever e mostrar fotos, mas por enquanto destaco: na Lisboa moderna, o Parque das Nações; e na antiga, O Mosteiro dos Jerónimos. Esse último mesmo é de tirar o fôlego. Tinha até um parente nosso enterrado lá, um tal de Luiz Vaz de Camões.Hoje faz dez anos que morreu a cantora de fado Amália, e nos disseram que o Bairro Alto vai estar fervendo com fado em todos os bares. Haja energia pra fazer tudo que se tem vontade!

2 comentários:

Frank Maia disse...

ai, Maria!
q maravilha, queridos!

Maria disse...

Adorada, que delícia!!!
Não deixem de comer o Pastel de Belém mesmo que a fila seja gigante ("furem" a fila e comprem pra comer caminhando - a fila é para quem quer sentar, normalmente).
Vou te passar o contato da Sandra e do marido aí - eles moram em Cascaes, saem sempre, são bem animados).
bj saudoso
Kita