17.7.07

Última vez

Depois de tanto tempo sem escrever, voltei aqui por dois motivos: porque uma amiga me cobrou e porque um acontecimento mexeu muito com a minha imaginação: a morte.
A mãe de um amigão nosso faleceu e, além da tristeza enorme que o fato em si provoca, ver alguém próximo lidar com a morte faz com que a gente imagine como vai ser a nossa vez.
No meu caso, não faço questão de nenhum luxo quando morrer. Podem me colocar num caixão de papelão que tá bom. Meu único pedido é que não tenha velório com caixão aberto. Fechem e coloquem uma foto bem bonita em cima. Ou várias. Se possível, que nem façam velório. Acho uma sacanagem com quem tem que ficar lá virando a noite.
Uma idéia que outro amigo deu e que eu gostei muito foi de ser enterrada debaixo de uma árvore. Na minha adaptação, plantar uma árvore sobre o local onde está o corpo é melhor ainda.

Mas seria um pé de que?

3 comentários:

Rodrigo Lóssio disse...

Nem gosto muito falar destas coisas, pq geralmente aparecem coincidências depois de ver ou ler algo sobre. Mas é muito difícil mesmo.

Megui disse...

Eu prefiro ser jogada no mar e virar comida de peixinho.

Mari disse...

Seria um pé de Lineranja ou Goialine..há, que horror!! Beijinhos.