17.8.06

Enlaces, casórios, matrimônios

Minha estagiária, estudante de jornalismo que assina uma coluna em um jornal de bairro, escreveu que o amor emburrece. Concordo com ela, em alguns casos. Mesmo assim, pros próximos meses tenho três convites de casamento. Vibrei quando soube de cada um deles.
Um dos casais é formado por dois jovenzinhos de vintepoucos aninhos, super religiosos. Eu e o Gu somos padrinhos. Será um casamento à moda antiga. Vou chorar moooento.
O segundo é o casamento de uma amiga minha, da mesma idade, que já casou, já separou e vai casar novamente. Da primeira vez foi com um cara beeem mais velho; agora parece que achou a alma gêmea. Tá apaixonada.
O terceiro casório é de um jornalista colega do Gu, que foi pai por "acidente" no começo do ano e agora vai casar. Mas não com a mãe do bebê. ; )
Se vão fazer burrada, só o tempo dirá. Mas pelo menos por enquanto, eu acho que não. Por mim casava todo ano. Com o mesmo marido, claro.

2 comentários:

raul disse...

Aline,
casar com um cara mais velho não é motivo para não se encontrar a "alma gêmea".

Depoimento revoltado de um quarentão. rs e bjs no casal - que não fui ao casamento mas sou testemunha que essas coisas podem dar certo - !

Aline Cabral disse...

Ô, Raul, não foi isso que eu quis dizer...e tu, de velho, não tens nada! bj!